Autor Tópico: 80ª Volta a Portugal Santander - 2018  (Lida 39425 vezes)

Offline Cyclisme81

  • Arquibancada
  • *
  • Mensagens: 310
  • Desde: Fev 2017
Não estou acusar ninguém!!! É a realidade e a verdade!! São factos concretos só isso!!!


Offline Pedro R.

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 5.056
  • Desde: Jul 2015
O mais triste disto tudo são os esquemas que começam logo na formação. Em cadetes inclusive já tive conhecimento de algumas pessoas que incentivam fortemente o uso de algumas coisas...aquela proteína da Prozis dá para encobrir algumas coisas desde que seja bem medido...isto dito por gente do meio


Offline Cyclisme81

  • Arquibancada
  • *
  • Mensagens: 310
  • Desde: Fev 2017
O mais triste disto tudo são os esquemas que começam logo na formação. Em cadetes inclusive já tive conhecimento de algumas pessoas que incentivam fortemente o uso de algumas coisas...aquela proteína da Prozis dá para encobrir algumas coisas desde que seja bem medido...isto dito por gente do meio

Infelizmente Pedro... Infelizmente... Continuo a dizer, os corredores são os menos culpados, ninguém que tenha dúvidas disso... Tenho um grande amigo que está a correr no estrangeiro, porque simplesmente não tomava aquilo que lhe davam... Não tomas... Não corres!! E no ano a seguir, NENHUMA equipa nacional o contratou! Sintomático como funciona!

Offline Pedro R.

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 5.056
  • Desde: Jul 2015
O problema aqui são as estruturas. São as mesmas pessoas que estão no leme desde o tempo da outra senhora. Era preciso gente nova que se desligasse disso mas é difícil

Offline janine16

  • Arquibancada
  • *
  • Mensagens: 291
  • Desde: Mai 2018
Se amadores andam no sumo só para terem um bom resultado no Granfondo da Gafanha da Nazaré. O que é que acham que faz um profissional em que cada pormenor conta e basta uma pequena coisa para fazer a diferença?

A estrutura do ciclismo nacional é a mesma, mas se houver uma mudança, nada garante que as coisas mudam. Aliás, o pelotão internacional que se renovou continua com a mesma mentalidade. O Omertá continua forte e pouco mudou.
« Última modificação: 15/Ago/18, 23:52 por janine16 »

Offline Cyclisme81

  • Arquibancada
  • *
  • Mensagens: 310
  • Desde: Fev 2017
Se amadores andam no sumo só para terem um bom resultado no Granfondo da Gafanha da Nazaré. O que é que acham que faz um profissional em que cada pormenor conta e basta uma pequena coisa para fazer a diferença?

A estrutura do ciclismo nacional é a mesma, mas se houver uma mudança, nada garante que as coisas mudam. Aliás, o pelotão internacional que se renovou continua com a mesma mentalidade. O Omertá continua forte e pouco mudou.

Ninguém imagina os milhões que movimenta, no mercado farmacêutico, nos tempos da Festina, o Joel Chabiron, vinha abastecer se numa farmácia da Amadora... Por exemplo...