Autor Tópico: Equipa técnica de Sérgio Conceição  (Lida 3464 vezes)

Offline Ablon

  • Tribuna
  • ****
  • Mensagens: 3.560
  • Desde: Mar 2016
Se calhar começa por aqui parte do sucesso atual que o Sérgio está a conseguir! Dizem maravilhas do filho do Vitor Manuel,e não foi à toa que o Sérgio se rodeou de uma vasta equipa técnica ...


Quem é e o que dizem dele?

Offline JORGE ARAUJO

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 6.198
  • Desde: Set 2006
Quem é e o que dizem dele?

Ouvi o Inácio dizer que se falava nos corredores da bola que o Vitor Bruno é visto como inovador e desejado por vários treinadores de nomeada.

Offline joaoalvercafcp

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 17.472
  • Desde: Mar 2012
http://www.fcporto.pt/pt/Pages/fc-porto.aspx

VÍTOR BRUNO: “O ESPÍRITO E A ALMA DA EQUIPA FIZERAM A DIFERENÇA”

Adjunto de Sérgio Conceição deixou elogios ao coletivo após o triunfo sobre o Portimonense (3-2)

Face à expulsão de Sérgio Conceição no decorrer da segunda parte, foi Vítor Bruno quem falou sobre a reviravolta do FC Porto frente ao Portimonense (3-2), que valeu aos Dragões a passagem aos oitavos de final da Taça de Portugal. O adjunto de Sérgio Conceição destacou a “resposta positiva” que todos os jogadores deram perante “uma equipa com qualidade”.

As dificuldades esperadas
“Foi uma vitória difícil, mas já sabíamos que este é um jogo tradicionalmente complicado. Há que dar mérito a quem trabalhou durante os 90 minutos para conseguir uma vitória que acaba por ser justa. Defrontámos uma equipa com qualidade, das melhores do Campeonato, e que nos criou muitas dificuldades. Há que dar mérito ao Portimonense por isso.”

Trabalho coletivo
“Todos os jogadores deram uma resposta positiva e mesmo o André Pereira, que se estreou hoje pela equipa principal, esteve muito bem. O que é de realçar é o trabalho de todos, dos que estão lá dentro e dos que estão cá fora. Além disso, a atmosfera do nosso estádio é inolvidável. A partir do momento em que estivemos a perder, tivemos uma alma muito grande.”

Vitória justa
“Foi um desafio importante que a equipa soube ultrapassar. Defrontámos uma equipa de qualidade e que voltou a pôr-nos à prova. O espírito e a alma da equipa fizeram a diferença, tal como os nossos adeptos. Foi uma vitória sofrida, mas justa.”

A expulsão de Sérgio Conceição
“É sempre difícil não termos o nosso líder no banco e a equipa sente isso. É uma expulsão difícil de contestar, mas o Sérgio Conceição não maltratou nem faltou ao respeito a ninguém. Foi simplesmente uma reação de quem queria muito ganhar. Esta vitória é dedicada ao nosso líder.”


Offline Morais

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 7.331
  • Desde: Mai 2017
O melhor até agora a dizer dele é que nossa equipa ainda não perdeu gás a faltar 20 minutos (como os clubes concorrentes) quer na nossa Liga quer na champions onde a intensidade e desgaste é maior.Penso ser um elogio.

Offline dragaolux

  • Tribuna
  • ****
  • Mensagens: 3.343
  • Desde: Out 2016
    • Situação contratual dos jogadores do FC Porto

Offline dragaolux

  • Tribuna
  • ****
  • Mensagens: 3.343
  • Desde: Out 2016
    • Situação contratual dos jogadores do FC Porto

Offline joaoalvercafcp

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 17.472
  • Desde: Mar 2012
http://www.fcporto.pt/pt/Pages/fc-porto.aspx

EDUARDO OLIVEIRA: "É GRATIFICANTE SENTIR-ME PARTE DESTA CONQUISTA"
Fisiologista do FC Porto apontou a resiliência do grupo como fator determinante na conquista do título


É um dos elementos da equipa técnica de Sérgio Conceição e um dos grandes responsáveis por garantir que os jogadores estão no pico da capacidade física para contribuírem ao máximo quando são chamados. Eduardo Oliveira tem 41 anos, é fisiologista e agora também campeão nacional ao serviço do FC Porto. Sobre a conquista do título, essa que tanto o enche de alegria, apontou a resiliência como fator constante e fundamental.

“Acho que a palavra resiliência é a que melhor define esta conquista. Pela forma como os jogadores, juntamente com a equipa técnica e todo o grupo de trabalho, se empenharam para, dia a dia, chegar ao final da época com o objetivo conquistado foi notável. Neste momento desfruto do sentido de pertença. Sentir-me parte desta conquista, deste grupo que é o FC Porto, e ter neste momento o objetivo cumprido é muito gratificante. É bom olhar para trás e ver o que trabalhamos para chegar aqui”, afirmou.

A felicidade do técnico foi bem evidente nesta curta troca de palavras em que usou o termo alegria para descrever o que sente ao ver a taça em exposição no Museu: “É uma alegria sentir que tenho o meu contributo para esta conquista e será também uma grande alegria poder voltar aqui no futuro e poder olhar para ela”, lembrou, nem sem antes deixar um agradecimento especial a todo o grupo de trabalho e à família, a quem dedica esta vitória.

O fcporto.pt vai publicar até final​ de maio testemunhos dos jogadores e treinadores que levaram o FC Porto à conquista do troféu de Campeão Nacional 2017/18.

Offline joaoalvercafcp

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 17.472
  • Desde: Mar 2012
http://www.fcporto.pt/pt/Pages/fc-porto.aspx

"ESPERO QUE SEJA O PRIMEIRO DE MUITOS"
Vítor Bruno, adjunto de Sérgio Conceição, celebrou o primeiro título enquanto treinador de futebol profissional


Sérgio Conceição sempre fez questão de sublinhar a importância dos homens que compõem a sua equipa técnica e que sustentam o trabalho do treinador. Vítor Bruno é adjunto de Sérgio Conceição desde 2011/12 e não mais voltaram a separar-se, mas foi no FC Porto que conseguiram o primeiro título das respetivas carreiras.

“Foi uma grande época, mas poderia ter sido perfeita se tivéssemos conquistado também a Taça de Portugal e a Taça da Liga”, começa por dizer Vítor Bruno, em exclusivo a fcporto.pt, apontando a um futuro ainda mais vitorioso no Dragão: “Para mim, este foi o primeiro título enquanto treinador de futebol profissional. Espero que seja o primeiro de muitos, pois é para isso que trabalhamos diariamente. Venham mais títulos no FC Porto”.

“Esta conquista significa muito para todo o plantel e, no futuro, obviamente que será um orgulho voltar ao Museu e reviver todas as grandes sensações que tivemos este ano”, prossegue Vítor Bruno, que dedica o título ao seu “grande suporte. “Os jogadores, a equipa técnica e toda a estrutura do clube foram muito importantes na nossa caminhada para o título, mas dedico esta conquista à minha família, que é o meu grande suporte e que está do meu lado em todos os momentos.”

O fcporto.pt vai publicar até final de maio testemunhos dos jogadores e treinadores que levaram o FC Porto à conquista do troféu de Campeão Nacional 2017/18.

Offline joaoalvercafcp

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 17.472
  • Desde: Mar 2012
http://www.fcporto.pt/pt/Pages/fc-porto.aspx

"MUITO HONRADO POR AQUILO QUE CONSEGUIMOS DAR AO CLUBE"
Diamantino Figueiredo, treinador de guarda-redes, é um dos elementos da equipa técnica campeã nacional


Sérgio Conceição é o líder da equipa técnica portista, mas o trabalho do treinador tem um suporte que na maior parte das vezes não é visível para o adepto comum. Diamantino Figueiredo é o treinador de guarda-redes do FC Porto e confessa ter “poucas palavras” para “definir o grupo e o seu comportamento ao longo da época”, considerando “gratificante” ver exposto no Museu FC Porto o troféu que representa o trabalho de um ano.

“Há poucas palavras para definir o grupo e o seu comportamento ao longo da época, naquilo que foi o trabalho e o foco a que nos propusemos. Este título significa uma coisa muito positiva na minha carreira, que já tem muitos anos. Ainda para mais, tendo em conta a época que foi e no clube em que foi, um clube que me habituei a admirar desde os tempos de jogador. Foi uma conquista muito gratificante. Pensei na minha família, em todos aqueles que estiveram comigo, desde jogadores a amigos, familiares, foi muito gratificante para a minha carreira. Foi uma sensação arrepiante colocar o troféu no Museu. Fico muito honrado por aquilo que conseguimos dar ao clube. O reflexo do nosso trabalho ao longo da época ficou exposto no Museu FC Porto e não há nada mais gratificante que isso”, afirma Diamantino Figueiredo, em exclusivo a fcporto.pt.

O fcporto.pt vai publicar até final de maio testemunhos dos jogadores e treinadores que levaram o FC Porto à conquista do troféu de Campeão Nacional 2017/18.

Offline joaoalvercafcp

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 17.472
  • Desde: Mar 2012
http://www.fcporto.pt/pt/Pages/fc-porto.aspx

"ERA UM SONHO QUE NÓS TRANSFORMÁMOS EM REALIDADE"
Siramana Dembelé feliz por concretizar o objetivo definido pela equipa técnica liderada por Sérgio Conceição


Siramana Dembelé foi um dos elementos mais ativos nos longos festejos do FC Porto. O fcporto.pt recolheu os testemunhos dos jogadores que contribuíram para a conquista do título e falou igualmente com membros da equipa técnica liderada por Sérgio Conceição.

Foi em Liège, ao serviço do Standard, que Sérgio Conceição conheceu Siramana Dembelé. Em 2011, quando o treinador regressou a Portugal para orientar o Olhanense, trouxe consigo o antigo jogador francês. A relação mantém-se até aos dias de hoje.

“Quando o Sérgio revelou que íamos assinar pelo FC Porto, disse-nos logo que o objetivo era sermos campeões. Chegámos, trabalhámos muito e acreditámos sempre que com estes jogadores íamos concretizar esse objetivo. Era um sonho que nós transformámos em realidade e é fantástico entrar na grande história do FC Porto”, diz o treinador-adjunto do FC Porto.

Dembelé representou o Vitória de Setúbal como jogador, em 2005. Em Portugal, fez ainda parte das equipas técnicas de Sérgio Conceição no Olhanense, Académica, Sporting de Braga e Vitória de Guimarães. Depois da experiência no Nantes, abraçou o desafio de recolocar o FC Porto na rota dos títulos: “Fiz uma grande festa quando conquistámos o título porque sou uma pessoa apaixonada por futebol. Ter a possibilidade de ajudar o FC Porto a crescer é um orgulho enorme. Gosto muito de futebol e em particular do FC Porto.”

“Entrar na história do clube e fazer parte do Museu é algo que todos queríamos muito, apesar de sabermos que seria muito difícil, porque a história do FC Porto é muita rica. Agora somos campeões nacionais, estamos orgulhosos, mas acho que daqui a uns dias, uns meses, vamos perceber melhor a importância de termos ganho este campeonato”, salienta o técnico.

Aos 41 anos, Siramana Dembelé inscreve o seu nome na história do FC Porto e faz questão de agradecer o apoio dos adeptos ao longo de uma temporada exigente: “Dedico esta vitória a todos os portistas, a esse Mar Azul que foi crescendo ao longo da época.”

O fcporto.pt vai publicar até final de maio testemunhos dos jogadores e treinadores que levaram o FC Porto à conquista do troféu de Campeão Nacional 2017/18.

Offline MartinsDragão

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 13.937
  • Desde: Fev 2015
Siramana Dembelé, membro da equipa técnica do FC Porto:
«Entrar na história do clube e fazer parte do Museu é algo que todos queríamos muito, apesar de sabermos que seria muito difícil, porque a história do FC Porto é muita rica. Agora somos campeões nacionais, estamos orgulhosos, mas acho que daqui a uns dias, uns meses, vamos perceber melhor a importância de termos ganho este campeonato»

Offline MartinsDragão

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 13.937
  • Desde: Fev 2015

Online Komodo

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 6.128
  • Desde: Dez 2012

Online Diogo Silva

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 21.654
  • Desde: Ago 2007
No primeiro golo também foram ao banco ter con o roupeiro. Até pensei que fosse o seu aniversário.

Espero que regresse rapidamente.