Autor Tópico: Provas internacionais de ciclismo  (Lida 63433 vezes)

sinal

  • Visitante
Fogo, leste-me o pensamento :)

Eu não percebo absolutamente nada de ciclismo, mas mesmo nada, mas gosto de ver.

Este vídeo elucida um bocado, obrigado

Aproveita e vê mais vídeos desse canal de Youtube. Esse gajo (Cosmo Catalano) sabe muito de ciclismo e tem vídeos a explicar bem. Além disso tem sentido de humor.

Offline elnino_diogo

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 6.081
  • Desde: Jun 2012
Aproveita e vê mais vídeos desse canal de Youtube. Esse gajo (Cosmo Catalano) sabe muito de ciclismo e tem vídeos a explicar bem. Além disso tem sentido de humor.

Pois tenho andado a ver, pelo que percebi dos vídeos, andei estes anos todos a ver ciclismo da maneira errada :)

Não percebia nada das tácticas das equipas, gostava era de ver o pessoal a pedalar e as paisagens :)

sinal

  • Visitante
Pois tenho andado a ver, pelo que percebi dos vídeos, andei estes anos todos a ver ciclismo da maneira errada :)

Não percebia nada das tácticas das equipas, gostava era de ver o pessoal a pedalar e as paisagens :)

O ciclismo é dos desportos mais tácticos que existem. Mas mesmo assim é dos mais imprevisíveis.


Offline admin

  • Administrador
  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 38.239
  • Desde: Jul 2006
perdi o interesse nas voltas de cá há muiiiiito tempo.
o pelotão parece ser sempre bastante fraco.
não percebo como é que em alta montanha (mesmo alta) não se consegue fazer mais de 20-30s do primeiro ao décimo. acho q deixei de acompanahar quando ganhou aquele italiano...o serpellini...enquanto que os "estrategas" das várias equipas ficavam a vigiar-se uns aos outros, o italiano vencia todas as etapas. nunca tinha visto nada igual.

Offline jcc21

  • Arquibancada
  • *
  • Mensagens: 227
  • Desde: Dez 2015
perdi o interesse nas voltas de cá há muiiiiito tempo.
o pelotão parece ser sempre bastante fraco.
não percebo como é que em alta montanha (mesmo alta) não se consegue fazer mais de 20-30s do primeiro ao décimo. acho q deixei de acompanahar quando ganhou aquele italiano...o serpellini...enquanto que os "estrategas" das várias equipas ficavam a vigiar-se uns aos outros, o italiano vencia todas as etapas. nunca tinha visto nada igual.

Sim, o pelotão costuma ser fraco. A organização costuma convidar equipas que não lembram ao diabo (japonesas e outras que tais) que muitas vezes nem conseguem trazer o número máximo de ciclistas. Também costumam apostar em equipas belgas e holandesas de segunda linha, maioritariamente constituidas por corredores pesados e destinados aos sprints (naturalmente não gostam muito de subir à Torre com 30 graus de temperatura). Além dessas uma ou outra espanhola e sul americana e algumas formações satélite de equipas importantes. Em suma, a Volta é para ser decidida pelas equipas portuguesas.

No entanto não invalida que em 2008 Daniel Martin tenha feito cá um 10º lugar, Tiralongo fez 12º em 2009, Tom Slagter 23º em 2010, Darwin Atapuma 9º em 2012.

Quanto à montanha, geralmente temos a Senhora da Graça e a Torre. A primeira é dura mas não tem uma distância muito grande. Se não é atacada na parte inicial (a mais dura) chegam todos juntos. A segunda assusta pela distância mas não tanto pela inclinação, havendo partes em que se consegue recuperar. Além disso como demora muito a subir encontra-se muitas vezes em etapas curtas. Isto permite que toda a gente chegue com  forças ao inicio da subida. Depois é um exercicio de resistência em que vão cedendo um a um pela serra acima. Ninguém ataca antes dos ultimos 6/7 km para não ficar apeado mas assim também não se fazem diferenças.

Para o nosso líder a volta como está, é perfeita. Se tiver mais montanha, melhores trepadores e menos km de contra-relógio já seria pior para nós...

sinal

  • Visitante
A Torre é muito mais dura que a Senhora da Graça, então as vertentes por Vide e Covilhã, são infinitamente mais complicadas.

Aliás a Senhora da Graça nem é mais dura do que o Alto de São Macário. Apesar de tudo, é a subida da festa e paixão dos aficionados de ciclismo.

Offline Pedro R.

  • Lugar Anual
  • Tribuna
  • *****
  • Mensagens: 4.934
  • Desde: Jul 2015
A Torre é muito mais dura que a Senhora da Graça, então as vertentes por Vide e Covilhã, são infinitamente mais complicadas.

Aliás a Senhora da Graça nem é mais dura do que o Alto de São Macário. Apesar de tudo, é a subida da festa e paixão dos aficionados de ciclismo.

São Macário foi usado na Volta de Portugal do Futura pode ser que este ano apareça, o apreciador da modalidade agradece. E como São Macário existem outras subida que poderiam ser mais usadas.

 A etapa da Senhora da Graça, tal como a da Torre por vezes pecam por serem pouco duras antes da subida final. Se na etapa do Monte Farinha tivessemos Alvão, Viso e Ermelo por exemplo, seriam muito maiores as diferenças

Offline Snowman_10

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 7.257
  • Desde: Ago 2007
Subir o Viso é muito pior do que subir a senhora da Graça sei por experiência própria....

Offline Pedro R.

  • Lugar Anual
  • Tribuna
  • *****
  • Mensagens: 4.934
  • Desde: Jul 2015
Foi hoje divulgado o percurso da Vuelta. Muitas chegadas em alto, muita montanha mas um percurso que deixa muito a desejar. Ponto positivo é existirem muitas etapas na Galiza e dar chances de ir ver os grandes do pelotão internacional.

sinal

  • Visitante
O percurso da Vuelta já se sabia à algum tempo que seria assim. É um percurso típico da Vuelta, não há grandes novidades.

Na prova de fundo dos campeonatos australianos, apenas 15 corredores terminaram, o calor fez mossa.
« Última modificação: 10/Jan/16, 11:24 por sinal »

Offline Pedro R.

  • Lugar Anual
  • Tribuna
  • *****
  • Mensagens: 4.934
  • Desde: Jul 2015
O percurso da Vuelta já se sabia à algum tempo que seria assim. É um percurso típico da Vuelta, não há grandes novidades.

Na prova de fundo dos campeonatos australianos, apenas 15 corredores terminaram, o calor fez mossa.

Sim já era o esperado mas dá dó este tipo de etapas:

________________________________________/

Offline tozequio

  • Bancada lateral
  • **
  • Mensagens: 714
  • Desde: Jul 2006
Já na próxima semana temos o regresso do ciclismo mais a sério, com o Tour Down Under, prova do World Tour, que tem um circuito de abertura (apenas de exibição) já este domingo de manhã. A prova oficial começa apenas na terça-feira.

Entretanto na próxima segunda-feira, dia 18, iniciam-se ainda a Tropicale Amissa Bongo, corrida no Gabão, que serve de início de temporada a várias equipas francesas, e o Tour de San Luis, na Argentina, onde teremos estrelas como o Nairo Quintana, Vincenzo Nibali e Peter Sagan, entre muitos outros. Teremos também a participação de 2 ciclistas portugueses: Mário Costa e André Cardoso.

Offline admin

  • Administrador
  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 38.239
  • Desde: Jul 2006
para a semana ...arranca a temporada neste fórum de ciclismo :-)

Offline Pedro R.

  • Lugar Anual
  • Tribuna
  • *****
  • Mensagens: 4.934
  • Desde: Jul 2015
Começou a temporada. Gaviria a ganhar em San Luis nde apareceu no ano passado e o Caleb Ewan venceu no Tour Down Under. Dois jovens de um potencial tremendo no sprint, vamos ver como se vão comportar contra os tubarões noutras provas

sinal

  • Visitante
A 5ª etapa do San Luis teve uma queda arrepiante!


O Malori está em estado grave. Gaviria fracturou o braço e o Contreras levou 15 pontos. O André Cardoso também ficou bem marcado.